O Livro dos Espíritos

Allan Kardec

Voltar ao Menu
680. Não há homens que se encontram impossibilitados de trabalhar no que quer que seja e cuja existência é, portanto, inútil?

“Deus é justo; só condena aquele que voluntariamente tornou inútil a sua existência, porquanto esse vive a expensas do trabalho dos outros. Ele quer que cada um seja útil, de acordo com as suas faculdades.” (643)

TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...