O Evangelho segundo o Espiritismo

Allan Kardec

Voltar ao Menu
18. PREFÁCIO. Os nossos maus instintos resultam da imperfeição do nosso próprio Espírito e não da nossa organização física; a não ser assim, o homem se acharia isento de toda espécie de responsabilidade. De nós depende a nossa melhoria, pois todo aquele que se acha no gozo de suas faculdades tem, com relação a todas as coisas, a liberdade de fazer ou de não fazer. Para praticar o bem, de nada mais precisa senão do querer. (Cap. XV, nº
10; cap. XIX, nº 12.)

TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...