Revista Espírita - Jornal de estudos psicológicos - 1865

Allan Kardec

Voltar ao Menu
A Revista Espírita inicia seu oitavo ano. Já é um período bastante longo quando se trata de uma ideia nova, ao mesmo tempo que um desmentido aos que prediziam a morte prematura do Espiritismo. Como nos anos anteriores, a época de renovação das assinaturas é, para a maioria dos leitores que se dirigem diretamente a nós, a ocasião para reiterar a expressão de seu reconhecimento pelos benefícios da doutrina. Não podendo responder a cada um em particular, pedimo-lhes aceitem aqui nossos sinceros agradecimentos pelos testemunhos de simpatia que têm a bondade de nos dar nesta circunstância. Se a doutrina faz o bem, se dá consolações aos aflitos, se fortalece os fracos e ergue a coragem abatida, é a Deus que se deve agradecer, em primeiro lugar, antes que ao seu servidor, e depois aos grandes Espíritos, que são os verdadeiros iniciadores da ideia e os diretores do movimento. Nem por isto nos sentimos menos tocados profundamente pelos votos que nos são dirigidos, para que a força de ir até o fim de nossa tarefa nos seja conservada. É o que nos esforçamos por merecer por nosso zelo e devotamento que não falharão, a fim de remeter a obra, tão adiantada quanto possível, às mãos daquele que nos deve um dia substituir e realizar com maior força o que ficar inacabado.

TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...