Revista Espírita - Jornal de estudos psicológicos - 1865

Allan Kardec

Voltar ao Menu
(SOCIEDADE ESPÍRITA DE PARIS, 7 DE OUTUBRO DE 1864 MÉDIUM SR. DELANNE)

Falar-vos-ei esta noite das imigrações de Espíritos adiantados que vêm encarnar-se em vossa Terra. Já esses novos mensageiros tomaram o bastão de peregrino; eles já se espalham aos milhares em vosso globo; por toda parte são dispostos pelos Espíritos que dirigem o movimento de transformação por grupos, por séries. Já treme a Terra ao sentir em seu seio aqueles que ela outrora viu passar através de sua Humanidade nascente. Ela se rejubila por revê-los, porque pressente que eles vêm para conduzi-la à perfeição, tornando-se guias dos Espíritos ordinários que necessitam ser encorajados por bons exemplos.

Sim, grandes mensageiros estão entre vós. São eles que se tornarão os sustentáculos da geração futura. À medida que o Espiritismo vai crescer e desenvolver-se, Espíritos de uma ordem cada vez mais elevada virão sustentar a obra, em razão das necessidades da causa. Por toda parte Deus espalhou esteios para a doutrina. Eles surgirão no devido tempo e lugar. Assim, sabei esperar com firmeza e confiança, pois tudo o que foi predito acontecerá, como diz o santo livro, até um iota.

Se a transição atual, como acaba de dizer o mestre, levantou as paixões e fez surgir a escória dos Espíritos encarnados e desencarnados, ela também despertou o desejo ardente, numa porção de Espíritos de uma posição superior nos mundos dos turbilhões solares, de virem novamente servir aos desígnios de Deus para esse grande acontecimento.

Eis por que eu dizia há pouco que a imigração de Espíritos superiores se operava em vossa Terra para ativar a marcha ascendente de vossa Humanidade. Assim, redobrai de coragem, de zelo, de fervor pela causa sagrada. Sabei que nada deterá a marcha progressiva do Espiritismo, pois poderosos protetores continuarão vossa obra.

MESMER

TEXTOS RELACIONADOS

Mostrar itens relacionados
Aguarde, carregando...